Image
portalpatos
publicidade
21/05/2017

Proibido consumo e venda de paçoca com alto teor de substância cancerígena

Ainda segundo a Anvisa, a fabricante solicitou o recolhimento voluntário e vai recolher todo o estoque no mercado

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu, nessa quarta-feira (17), a venda e o consumo de lotes do produto paçoca rolha da marca Dicel, produzido pela empresa WK Produtos Alimentícios Ltda, após identificação de aflatoxinas (substância cancerígena) fora do Limite Máximo Tolerado (LMT). Comente no fim da matéria.

Segundo a Anvisa, os lotes proibidos são: 0042, com validade para 17 de novembro deste ano; 0029, validade 7 de dezembro deste ano; 0040, validade 12 de maio deste ano; 0026, validade 23 de junho deste ano; 0023, validade 2 de junho deste ano; 0027, validade 17 de novembro deste ano; e 0024, validade 3 de junho deste ano.

Ainda segundo a Anvisa, a fabricante solicitou o recolhimento voluntário e vai recolher todo o estoque no mercado. 

Portalpatos

Fonte: Portalcorreio

Leia Também

Comentários