portalpatos
publicidade
sexta-feira, 22 de março de 2019
FIQUEPORDENTRO - 28/12/2018

Cantora Miúcha morre no Rio aos 81 anos

Irmã de Chico Buarque e mãe de Bebel Gilberto estava em tratamento contra um um câncer e morreu após ser internada nesta quinta-feira (27).

A cantora e compositora Miúcha morreu às 17h30 desta quinta-feira (27), aos 81 anos, no Hospital Samaritano, no Rio. Irmã de Chico Buarque, mãe de Bebel Gilberto, ela tratava de um câncer e sofreu uma parada respiratória.

Até o início da noite desta quinta-feira ainda não tinham sido divulgadas informações sobre o velório.

No dia 19 de dezembro, a filha Bebel Gilberto adiou um show que faria na Philadelphia, nos EUA, devido a uma "emergência médica familiar".

Ao longo de mais de 40 anos de carreira, lançou 14 discos e fez parcerias com artistas da bossa nova e da MPB.

Miúcha, apelido de Heloisa Maria Buarque de Holanda, nasceu no Rio, e era filha do historiador e jornalista Sérgio Buarque de Holanda e da pintora e pianista Maria Amélia Cesário Alvim.

Quando criança, formou um grupo vocal com seus seis irmãos, incluindo Chico Buarque. Nos anos 60, foi estudar História da Arte na França, onde começou a fazer apresentações musicais na Europa.

Na itália, conheceu a cantora chilena Violeta Parra, que a apresentou a João Gilberto, com quem se casou. Eles foram morar em Nova York e tiveram a filha Bebel.

Entre as faixas cantadas por ela que ficaram mais conhecidas estão "Pela luz dos olhos teus", "Maninha" e "Vai levando".

Sua estreia fonográfica foi em 1975, ao cantar no disco "The best of two worlds", de João Gilberto e Stan Getz

Entre os trabalhos mais marcantes como intérpretes estão dois discos com Tom Jobim, em 1977 e 1979, e um álbum solo, "Miúcha" em 1989. Em 1977, ela participou do musical "Os Saltimbancos".

Ela ficou mais conhecida como intérprete, mas também compôs algumas músicas como "Triste alegria" (1979), "Todo amor" (1980) e "No Carnaval de Olinda" (1982).

Portalpatos

Fonte: G1

portalpatos
Leia Também

Comentários