25/3/2020

Patos também adia São João; ‘evento vai recuperar economia do baque’, diz prefeito

53623

O prefeito interino de Patos, Ivanes Lacerda, não descartou a possibilidade de adiar ou até mesmo cancelar o São João da cidade. O questionamento foi feito após a decisão do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, de adiar para Outubro O Maior São João do Mundo, nesta segunda-feira (23).

Ao Sistema Arapuan, o prefeito destacou que neste momento as atenções estão voltadas para o enfrentamento do Covid-19 e que deverá fazer uma avaliação da situação daqui a duas semanas. Porém, adiantou que irá seguir a decisão de Campina Grande e também adiar o evento.

“Da mesma forma que Campina está com o foco direcionado para o enfrentamento do Coronavírus, mas como é a maior festa de lá, e movimenta a economia, ele [Romero] teve o cuidado de não cancelar, ma adiar. Sabemos que com essa crise haverá sem dúvidas um grande baque na economia do país, em em Campina Grande será maior, porque as pessoas comprar mercadorias para o são João e seria um desastre incalculável”, disse.

Para o prefeito, cancelamento só em última instância. “Da mesma forma pensamos aqui, a responsabilidade é de resgatar o São João para dar suporte a economia que sofrera um grande baque e o evento seria para recuperar a economia. “Estamos adiando, o mesmo procedimento de Campina Grande. Não vamos adiar para julho ou agosto, nos próximos 15 ou 20 dias teremos um diagnóstico e uma previsão”, explicou.

“Temos em mente que precisamos realizar o são joão, mas deixemos de lado e partamos apenas para o enfrentamento da crise”, disse.

Enfrentamento da pandemia

Tá sobrando vontade, dinheiro não sobra, mas tem suficiente devido a uma emenda parlamentar de R$ 1 milhão, mas falta insumos, é o que relatou o prefeito que pediu providências do governo federal para garantir a fabricação desses EPIs.

“Há uma atitude irresponsável de superfaturamento e subtração dos estoques e é preciso uma ação enérgica do governo do estado e federal”, disse.

Quando à contenção, o prefeito disse que está fazendo uma triagem epidemiológica nas entradas da cidade e destacou pedir ajuda do corpo de bombeiros para a logística, uma vez que não há efetivo policial suficiente.

Portalpatos

Fonte: Paraiba.com.br

Por Marília Dom

Comentários


subir

Estúdio e Redação

Cels - 9.9831.0065 | 9.8863.5204 | 9.8105.1022
mariolocutor@gmail.com; mauriciopatos2005@gmail.com