7/4/2021

Investigador Evandro Félix morre vítima da Covid-19 aos 48 anos e Gaeco da Paraíba lamenta perda

57478

O fato gerou comoção no Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público da Paraíba (MPPB), órgão onde Evandro trabalhava há 17 anos.

O policial civil Evandro Félix, de 48 anos, morreu vítima da Covid-19, nesta quarta-feira (7). O fato gerou comoção no Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público da Paraíba (MPPB), órgão onde Evandro trabalhava há 17 anos.

O investigador criminal Evandro Félix era chefe do setor de análise do Gaeco do Ministério Público estadual. "É com profunda tristeza que informo o falecimento de Evandro Felix, chefe da análise do Gaeco... Um dos grandes responsáveis pela concepção do Gaeco. Que Deus o acolha em sua infinita glória", disse o coordenador do Gaeco, Octávio Paulo Neto, sobre o colega Evandro.

A Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba – ASPOL/PB lamentou a morte do investigador criminal. Segundo a ASPOL-PB, "Evandro é mais uma vítima do descaso com os profissionais da segurança pública, que estão na linha de frente desde o início da pandemia e não foram tidos como prioritários para vacinação. Neste momento de dor nos solidarizamos com a família e todos os amigos."

Evandro Félix deixa esposa e dois filhos.

A Delegacia-Geral da Polícia Civil da Paraíba também emitiu pesar pela morte do policial Evandro. "É com profundo pesar que a Delegacia-Geral da Polícia Civil da Paraíba comunica o falecimento do agente de investigação Evandro Félix, ocorrido na tarde desta quarta-feira (7). O policial possuía 48 anos de idade e estava cedido ao Ministério Público da Paraíba, onde integrava a equipe do Grupo de Atuação Especial  de  Combate ao Crime Organizado ( Gaeco). Neste momento de dor, a Polícia Civil da Paraíba se solidariza com amigos e familiares do agente de investigação."

Portalpatos

Fonte: ClickPB

Por Lucas Isídio

Comentários