30/4/2021

Travesti que teria se envolvido com suspeito de matar Patrícia presta depoimento na Central de Polícia

57748

Samya se apresentou na delegacia acompanhada de um advogado e foi ouvida pelo delegado Canrobert Rodrigues.

Prestou depoimento, na tarde desta sexta-feira (30), a travesti que teria tido um envolvimento com Jonathan dos Santos, de 23 anos. Segundo a ex-mulher de Jonathan, os dois teriam se relacionado durante vários anos. De acordo com a investigação, a jovem teria estado com ele durante o final de semana que a pernambucana Patrícia Roberta foi assassinada em João Pessoa. 

Jonathan é o principal suspeito de cometer o crime. Ele foi preso pela Polícia Militar na última terça-feira (27), passou por audiência de custódia e vai ficar em quarentena na carceragem da Central de Polícia durante 14 dias. Logo após, vai ser levado para o presídio do Roger na capital. 

A jovem se apresentou na delegacia acompanhada de um advogado e foi ouvida pelo delegado Canrobert Rodrigues. Após depoimento, ela foi liberada. 

Através das redes sociais, ela se manifestou sobre o caso e disse que deverá acionar a justiça caso as pessoas continuem fazendo acusações infundadas sobre ela. 

Entenda o caso:  

Patrícia Roberta morava em Caruaru, Pernambuco, e saiu de casa na última sexta-feira (23) dizendo a mãe que viajaria para João Pessoa para ficar no apartamento de um amigo.    

O último contato dos pais com a filha foi no último domingo (25), quando ela falou com a mãe chorando e dizendo que havia sido deixada trancada dentro do apartamento do rapaz. Os pais vieram à João Pessoa e prestaram uma queixa do desaparecimento da jovem na Delegacia de Polícia Civil da capital, conforme apurou o Notícia Paraíba.   

A polícia iniciou as buscas e os peritos encontraram vários pertences da jovem, como óculos, roupas e uma almofada de encosto que Patrícia usou durante a viagem. Os objetos estavam descartados dentro de um tambor de lixo que fica em frente ao apartamento onde o rapaz mora. Os peritos também encontraram dentro do apartamento do rapaz alguns livros de magia negra, além de cadernos com o nome de várias mulheres, inclusive o de Patrícia.   

Durante a tarde, o corpo de Patrícia foi encontrado em uma mata que fica por trás de um condomínio em Gramame, enrolado em um saco plástico com fitas adesivas e já se encontrava em estado de decomposição.   

O principal suspeito de ter matado a jovem foi preso na noite dessa terça-feira (27), no bairro de Mangabeira, em João Pessoa. Jonathan Henrique Conceição dos Santos, de 23 anos, estava escondido na casa de um amigo em Mangabeira. Ele passou por audiência de custódia e está cumprindo quarentena na carceragem da Central de Polícia. Após 14 dias, ele será levado para o presídio do Roger, em João Pessoa. 

Portalpatos

Fonte: Notícia Paraíba

Comentários