19/9/2022
Baixaria: Aliados discutem e trocam agressões em palanque, durante comício do PSB em Guarabira Baixaria: Aliados discutem e trocam agressões em palanque, durante comício do PSB em Guarabira
62426

Estavam presentes no trio elétrico diversos filiados e aliados do PSB, entre eles os candidatos Célio Alves, Gervásio Maia e Renato Meireles. O ex-governador Roberto Paulino também estava no palanque no momento que se iniciou a confusão.

Um evento político realizado pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) no município de Guarabira, na noite de ontem (17), teve seu término marcado por uma confusão entre candidatos a deputado do próprio partido e correligionários. O momento foi registrado pelo público que esteve presente na praça João Pessoa, conforme apurou o ClickPB.

Em um vídeo gravado em frente ao trio elétrico é possível observar que a confusão se inicia quando o candidato a deputado estadual Célio Alves (PSB) termina sua fala e passa a Gervásio Maia. Gervásio é presidente estadual da sigla, deputado federal e candidato a reeleição. Ao iniciar sua fala, Maia é interrompido por Renato Meireles (PSB).

Renato troca empurrões com Célio, que está ao lado de Gervásio, pede para “esperar” e solicita respeito. Logo, seu microfone é cortado. O sistema de som do trio elétrico e desligado e iniciam-se vaias por parte do público. 

Outro vídeo da mesma situação, gravado em outro ângulo (no próprio trio elétrico), é possível ver troca de empurrões entre alguns membros da equipe, troca de ameaças e a posterior tentativa de apaziguar a situação. Desde a madrugada de hoje (18), os conteúdos viralizaram nos grupos de mensagens da região. 

Renato Meireles lamenta episódio e diz que Célio Alves desrespeitou ordem das falas

O candidato a deputado estadual Renato Meireles (PSB) emitiu nota na manhã deste domingo (18) lamentando o ocorrido e afirmou que "não foi possível conter a indignação" após Célio Alves desrespeitar a ordem das falas que havia sido programada pela organização do evento. 

De acordo com Meireles, após a fala da candidata ao senado Pollyanna Dutra (PSB), "o candidato Célio pegou o microfone das suas mãos e em total desrespeito a organização do evento, iniciou o seu discurso sem sequer ser anunciado quebrando a ordem estabelecida". 

O estopim para a confusão, no entanto, segundo o candidato, foi que após o término da fala, Célio "mais uma vez, em total desrespeito a organização do evento", passou o microfone ao deputado Gervásio Maia. "Sem qualquer anúncio por parte do cerimonial oficial, preterindo-se mais uma vez, o direito de fala de Renato Meireles em sua própria terra", acrescenta na nota. 

Célio Alves classifica fatos como lamentáveis e afirma que "os vídeos, fatos e imagens falam por si"

Em vídeo publicado em rede social, também durante a manhã, o candidato a deputado estadual Célio Alves (PSB) classificou o fato como lamentável. E afirmou estar "cheio de amor e cheio de ideias, de propostas" para falar de educação, saúde, infraestrutura e geração de emprego. Segundo Célio, é para isso que ele é candidato a deputado, e é sobre isso que falará com o eleitor.

"Os vídeos, fotos e imagens falam por si, dizem quem foi agredido, e quem foi agressor", explica Célio em trecho do vídeo. Alves também diz lamentar que alguns de Guarabira só tenham para "externar" a sua pessoa, que diz ter "feito muito por eles", o ódio, a ingratidão e oportunismo. 

Gervásio emite nota, diz que não será intimidado e presta queixa na polícia

Gervásio Maia emitiu nota na tarde de hoje (18) e disse que foi agredido "covardemente por um assessor parlamentar da Assembleia Legislativa da Paraíba quando tentava exercer direito de fala em uma atividade de campanha na cidade de Guarabira". Ao longo da nota, também publicada em rede social, o presidente estadual do PSB classifica a postura como "inaceitável, intolerável e um ataque a todos que defendem a democracia e o estado de direito". 

O deputado federal também asseverou que não será intimidado. "Não serei intimidado por esse ataque sorrateiro e covarde". No conteúdo, o Maia disse que "Guarabira sempre foi acolhedora. A atitude mesquinha de poucos não me fará deixar de trabalhar pelo município". 

Gervásio informou que no início da madrugada prestou queixa na polícia e que situações como esta não podem ser normalizadas. "O tempo de ódio precisa acabar", finaliza em nota. 

O evento 

O comício do PSB em Guarabira foi o encerramento da caravana do partido na região do Brejo, após passar por nove municípios. João Azevêdo (candidato a reeleição para o governo), Lucas Ribeiro (candidato a vice-governador), Pollyanna Dutra (candidata ao senado) e Roberto Paulino, do MDB (ex-governador da Paraíba e ex-prefeito de Guarabira) também participaram do encontro.

Alianças

Célio Alves e Renato Meireles, ambos do PSB, disputam vaga na assembleia legislativa da Paraíba. Renato é empresário e vereador pelo segundo mandato em Guarabira. Conta com apoio do atual deputado estadual Raniery Paulino (Republicanos) e seu grupo. Raniery é filho do ex-governador Roberto e concorre a câmara federal.

Célio Alves é radialista e foi secretário estadual de comunicação e também do orçamento democrático. Suplente na ALPB, entre suas parcerias políticas estão Gervásio Maia, deputado federal e candidato a reeleição, e recentemente o atual vice-prefeito de Guarabira, Wellington Oliveira (PSDB). 

Portalpatos

Veja o vídeo abaixo da hora da confusão:


Equipe Portalpatos
mario
  • Mário Frade
  • Jornalista

mauricio
  • Mauricio
  • Full-Stack
  • Designer Gráfico
  • Técnico de Contabilidade
  • Técnico de Informática
  • Desenvolvedor Multi-Plataforma Android / IOS
  • Master Power BI T-SQL
  • MySQL | SQLServe | NoSQL | PostgreSQL
  • Designer Gráfico
  • Editor Gráfico